Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Fla-Flu na final da Taça Guanabara

PVC

25/02/2017 20h18

Flamengo e Fluminense dividiram as duas primeiras posições da Taça Guanabara por nove vezes. Sete delas com o Flamengo campeão, duas com o Fluminense.

De 1966, quando o Flu venceu por 3 x 1, com um gol de Amoroso e dois de Mário. A última fez foi em 2014, quando o Flamengo ganhou a Taça Guanabara, mas sem final direta contra o Flu. A última decisão com Fla-Flu foi em 2004. Triunfo do Flamengo por 3 x 2, gols de Fabiano Eller, Jean e do lateral-esquerdo Roger Guerreiro, de cabeça. Abel Braga era o técnico rubro-negro (veja a ficha técnica abaixo).

Hoje, Abel Braga está no Fluminense e pode repetir, como técnico, o que conseguiu como  zagueiro do Vasco, quarenta anos atrás. O Vasco ganhou o segundo turno sem sofrer gol, com uma defesa apelidada de Barreira do Inferno — Mazarópi, Orlando, Abel, Geraldo e Marco Antônio.

Em campo, o Fluminense fez seu pior jogo na Taça Guanabara. Correu risco no segundo tempo. Júlio César chutou bola na trave e o Madureira poderia ter até se classificado.

O Flamengo fez seu melhor clássico contra o Vasco nos últimos dois anos. Pressionou, teve 52% de posse de bola e sete finalizações ao alvo, contra duas do Vasco. Variou o jogo pelos dois lados, até o pênalti cometido por Luan e convertido por Diego.

Os rubro-negros tiveram chance de fazer o segundo gol.

A diferença deste ano em relação aos nove clássicos anteriores é que o Flamengo tem mais estrutura de equipe.

Por isso, o Flamengo chega como aparente favorito na final contra o Fluminense. Mas vai ter de fazer gol.

A ÚLTIMA FINAL DA TAÇA GUANABARA COM FLA-FLU

21/fevereiro/2004

FLUMINENSE 2 x 3 FLAMENGOLocal: Maracanã (Rio de Janeiro); Juiz: Luís Antônio da Silva Santos (RJ); Renda: R$ 703.843; Público: 65.495; Gols: Fabiano Eller 34 do 1o; Antônio Carlos 20, Jean 21, Henrique (contra) 25, Roger 30 do 2o; Cartão amarelo: Rodolfo, Marcão, Roger, Rafael, Henrique, Zinho, Felipe

FLUMINENSE: Kléber, Leonardo, Antônio Carlos, Rodolfo e Júnior César; Marcão, Marciel (Alessandro, intervalo), Ramon (André Luís, intervalo) e Roger (Alan 24 do 2o); Edmundo e Romário. Técnico: Valdyr Espinosa

FLAMENGO: Júlio César, Rafael, Henrique, Fabiano Eller e Roger; Róbson, Íbson (Ânderson Luís 33 do 2o), Zinho e Felipe; Jean (Rafael Gaúcho 31 do 2o) e Diogo (Andrezinho 40 do 2o). Técnico: Abel Braga

 

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC