Blog do PVC

Palmeiras e Flamengo. A diferença do desempenho e da tabela

PVC

Esqueça um pouco a tabela do Brasileirão. O Palmeiras jogou bem contra o Santos e poderia ter empatado a partida na Vila Belmiro. E ganhou na Fonte Nova, onde não perde desde 1988. Incrível mistério do futebol, que tem lugares onde clubes não ganham nunca, mesmo mudando o elenco todo, e outros onde o time não perde nunca. O Flamengo não ganha na Arena da Baixada. O Palmeiras não perde na Fonte Nova.

O Palmeiras jogou boa partida, no estilo que Cuca gosta de ver. Contra-ataque mortal resultou no pênalti inexistente marcado a favor de Roger Guedes, que cobrou e marcou.

Sofreu o gol de empate em grande jogada de Zé Rafael, mas fez 2 x 1 quando voltou melhor na segunda etapa. O gol de Keno escancarou a vitória, confirmada com a cobrança de falta que encontrou Juninho e dali o passe para Mina marcar. Deu tempo para João Paulo diminuir e para Willian marcar seu décimo gol no ano, goleador da equipe na temporada.

Vitória valiosa. O Bahia só havia perdido uma vez em casa neste ano.

O Palmeiras melhora e sobe na tabela, mas os próximos jogos ainda são muito difíceis. A seqüência terá Atlético Goianiense em casa, Ponte Preta fora, Grêmio em casa e Cruzeiro fora, antes do Dérbi contra o Corinthians.

O Flamengo foi bem no Fla-Flu. Estava bem no primeiro tempo e principalmente no segundo, quando parecia próximo de avançar no marcador e sofreu o segundo gol. O time segue instável, contou com o retorno de Berrio, que quase fez um gol, com Vinicius Júnior, desta vez com atuação pior do que na semana passada. Não avança em termos de desempenho. Mas a tabela ajuda. Nas próximas oito rodadas, seis jogos no Rio de Janeiro.