Blog do PVC

Brasileirão tem vantagem de quem tem menos posse de bola

PVC

A rodada do Brasileirão teve cinco vitórias de times visitantes, uma de mandante e três empates. Falta o jogo Cruzeiro x Grêmio. Dos times que tiveram mais posse de bola, só o Vasco ganhou. Mas com 50,7% de controle do jogo.

A oitava jornada do campeonato evidencia a tendência do Brasileirão. Nas últimas duas temporadas, o campeão não foi o time de mais posse de bola. O Palmeiras era o 11o neste critério em 2016 e o Corinthians o oitavo. Neste ano, o Corinthians lidera o Brasileirão com o quarto índice de posse de bola e o Grêmio pode assumir a liderança na segunda-feira à noite com a 11a classificação.

No Brasileiro, só um visitante venceu com mais posse de bola até aqui. Das 50 vitórias de mandantes, 13 foram com menos de 50% de contole de jogo.

No Brasil, está claro que a posse de bola não indica quem vence o campeonato. Há anos, é assim. Não que seja uma estatística desprezável. É um índice que pode indicar sucesso ou fracasso de acordo com a característica da equipe. Se o Barcelona estiver com 40% de posse de bola, algo estará errado. Não é o caso  do Real Madrid.

Dos cinco principais campeonatos da Europa, só o Bayern de Munique ganhou o Campeonato Alemão tendo a posse de bola como base de seu jogo. Os líderes neste critério na Inglaterra (Manchester City), Espanha (Barcelona), França (Paris Saint-Germain) e Itália (Napoli) não foram campeões.