Blog do PVC

Flamengo de Rueda estreia sem gols contra Botafogo sem brilho

PVC

O Flamengo começou melhor o jogo do estádio Nílton Santos e empurrou o Botafogo para seu campo até os vinte minutos. O Botafogo errava passes demais, desperdiçava contra-ataques, especialmente com João Paulo, 30% de erro na primeira meia hora. Melhorou o jogo alvinegro depois dos vinte minutos, com Bruno Silva saindo mais para a partida pelo lado direito. Depois de entortar o lateral Renê, Bruno Silva colocou fogo no estádio e melhorou até os 45 minutos da segunda etapa.

Então o segundo tempo voltou diferente, com Diego e Éverton crescendo na partida, bola na trave em cobrança de falta de Diego e, quando o Flamengo crescia… Reinaldo Rueda mexeu mal. Tirou Berrio machucado e escalou Márcio Araújo.

Menos de cinco minutos depois, trocou Éverton por Vinicius Júnior. Era muito mais simples.Trocar Berrio por Vinicius Junior e mexeria certo. Mexeu errado.

Mas o jogo terminou mesmo sem mais emoções depois dos cartões vermelhos rigorosos aplicados por Anderson Daronco a Carli e Alex Muralha, aos 35 do segundo tempo.

Terminou aí. Sem gols, sem emoção.

Com o Flamengo melhor por 60% do tempo, mas sem conseguir vencer quando joga melhor, como acontecia com Zé Ricardo. E com o Botafogo não conseguindo vencer o Flamengo pela sétima vez seguida.

Em tese, a situação é melhor para o lado alvinegro, porque pode empatar por 1 x 1 e classificar-se. Mas precisa pelo menos fazer um gol no rival rubro-negro, o que não tem sido tão simples.

16/agosto/2017

BOTAFOGO 0 x 0 FLAMENGO

Local: Nílton Santos (Rio de Janeiro); Juiz: Ânderson Daronco (RS); Renda: R$ 747.825; Público: 26.575 (28.757); Cartão amarelo: Diego (41’), Lindoso (54’), Matheus Fernandes (54’), Rodrigo Pimpão (65’); Expulsão: Carli, Alex Muralha 34 do 2o

BOTAFOGO: 1. Gatito Fernández (6), 4. Luís Ricardo (6,5), 3. Carli (5), 3. Igor Rabello (6,5) e 6. Víctor Luís (6); 8. Bruno Silva (7), 5. Lindoso (6,5), 11. Matheus Fernandes (6) (15. Gílson 30 do 2º (sem nota)) e 7. Rodrigo Pimpão (5) (20. Guilherme 21 do 2º (5)); 10. João Paulo (6); 9. Roger (5) (13. Marcelo 35 do 2º (sem nota)). Técnico: Jair Ventura

Banco: 12. Jéfferson, 13. Marcelo, 14. Renan Fonseca, 15. Gílson, 16. Émerson, 17. Fernandes, 18. Vinícius Tanque, 19. Leandrinho, 20. Guilherme, 21. Fernando, 22. Dudu Cearense, 23. Ezequiel

FLAMENGO: 38. Alex Muralha (6), 2. Rodinei (6,5), 15. Réver (6), 4. Juan (7) e 6. Renê (6); 26. Cuellar (7) e 5. William Arão (6,5); 17. Berrío (5,5) (8. Márcio Araújo 25 do 2º (6)), 35. Diego (6,5) e 22. Éverton (6) (20. Vinicius Júnior 28 do 2º (sem nota)) (30. Thiago 35 do 2º (sem nota)); 47. Felipe Vizeu (5). Técnico: Reinaldo Rueda

Banco 30. Thiago, 33. Rafael Vaz, 43. Léo Duarte, 21. Pará, 13. Trauco, 8. Márcio Araújo, 41. Ronaldo, 27. Rômulo, 11.Mancuello, 39. Lucas Paquetá, 17. Gabriel, 20. Vinícius Júnior