Blog do PVC

Mudança tática ajuda Grêmio, único brasileiro na semifinal

PVC

A chance de o Brasil se garantir na decisão da Libertadores antecipadamente, depois de três anos de ausência, caiu na má atuação do Santos na Vila Belmiro. No primeiro tempo, o Barcelona de Guayaquil finalizou nove vezes, só um chute de Oyola no alvo, mas oito bolas que levaram perigo. Teve mais posse de bola também, porque o Santos sentiu muito a falta de três referências; Renato, Lucas Lima e Victor Ferraz.

Na segunda etapa, um cruzamento alcançou Jonatan Álvez, com falha de Lucas Veríssimo, que não percebeu o atacante uruguaio às suas costas. O Barcelona venceu o Santos e jogará a semifinal contra o Grêmio, que se transformou no segundo tempo, depois de ser pressionado pelo Botafogo na primeira etapa.

Na Arena do Grêmio, Fernandinho chutou no travessão na primeira etapa, mas o revide veio com um chute de longa distância de Bruno Silva, também na trave.

O Grêmio sufocado transformou-se quando Renato Gaúcho trocou Leonardo Moura por Éverton. Na segunda etapa, depois da alteração, o Grêmio voltou mais forte no meio-de-campo, até chegar ao gol em bola cruzada para Barrios.

Não é de se esperar jogo fácil para o Grêmio contra o Barcelona, adversário que já venceu o Botafogo no Rio de Janeiro, eliminou o Palmeiras no Allianz Parque e o Santos na Vila Belmiro.

A Libertadores segue criando suas grandes surpresas. Já tem o Barcelona de Guayaquil na semifinal e pode ter o Jorge Wilstermann, que venceu o River Plate por 3 x 0 no jogo de ida.