Blog do PVC

Os grandes personagens da reta final das eliminatórias

PVC

Agora são 23 seleções classificadas para a Copa do Mundo, incluindo Argentina e Portugal, definidos na terça-feira. Ou seja, os dois melhores jogadores do mundo viajarão à Rússia.

A rodada das eliminatórias também ofereceu histórias e personagens para serem lembradas por décadas. A começar por Messi.

1. MESSI – Um colosso. Atuação nota 10. Antes do jogo contra o Equador, o diário Clarin, de Buenos Aires, listou grandes atuações de Messi em momentos cruciais para o Baecelona ou seleção argentina. Incluía Os gols no 4 x 3 sobre o Real Madrid, no Bernabeu. Os três gols contra o Equador foi a maior de todas. Com os três gols, tornou-se artilheiro máximo das eliminatórias sul-americanas.

2. HERNAN DARIO GOMEZ – assistente se Francisco Maturana na Colômbia de 1990 e 1994, foi o treinador que classificou os colombianos para 1998 e a inédita classificação do Equador para a Copa da Ásia, em 2002. Sinais de que seu trabalho fazia o Panamá evoluir apareceram, por exemplo, em dois jogos contra o Brasil. Em 2014, em Goiânia, levou 4 x 0 da seleção.  Em 2016, perdeu por 2 x 0 e fez jogo duro com o Brasil de Dunga. Pela primeira vez,o Panamá vai à Copa.

3. CRISTIANO RONALDO – mostrou-se irritado por não fazer gol na vitória por 2 x 0 sobre a Suiça, antes com 100% de aproveitamento nas eliminatórias. A irritação parece dar -se por permitir a Lewandowski o recorde de gols nas eliminatórias — 16. A boa notícia para Cristiano é que o jogo se Messi não entra no prêmio The Best, da Fifa, cujos votos foram computados até 7 de setembro.

4. GUERRERO – O artilheiro dos gols que valem pontos. Era assim desde o Corinthians, confirma a estatística do Footstats. É também no Flamengo. Não espere de Guerrero o gol qie fecha o placar em 5 x 0. Mas se está 1 x 0 para a Colômbia e a seleção peruana precisa de um gol, isto é com Paolo Guerrero.

5. GABRIEL JESUS – dois gols no estádio em que surgiu, sua casa. Parecia ansioso no primeiro tempo, mas sempre com participação tática importante. Relaxo depois do gol que Neymar lhe ofereceu. O seu segundo no jogo foi o sétimo na era Tite.  Agora é o maior goleador da seleção desde que o treinador assumiu.