Blog do PVC

Corinthians agora sofre gol em todos os jogos

PVC

Dos sete jogos do Corinthians em 2018, a defesa foi vazada em cinco. Dos seis gols sofridos, três vezes em jogadas de cruzamentos, duas em chutes de fora da área, um de contra-ataque. Três do lado esquerdo da defesa, duas vezes pela direita e uma num chute do meio de Tinga, do Santo André.

A única explicação para a transformação do sistema defensivo mais sólido do Brasil para a dificuldade atual é a mudança do esquema tático. ter um volante só atrás de quatro meias. O Corinthians corrigiu o defeito mais apontado por Fábio Carille e já tem mais posse de bola do que os rivais. Curiosamente, nas duas partidas em que controlou as ações com troca de passes, perdeu para Santo André e São Bento.

No retorno a Itaquera, na noite de quarta-feira, o Corinthians teve 68% de posse de bola. Criou 19 finalizações, apenas quatro no alvo. Então, o problema novo é ter muita criação e pouco índice de acerto.

Sem sete partidas, já são três derrotas. No ano passado, a terceira derrota chegou apenas na partida oficial de número 41. Contra o São Bento, o Corinthians não perdia havia sete encontros, desde o primeiro turno do Paulista de 1987, torneio em que o Corinthians fechou a primeira metade da campanha na zona de rebaixamento.

É preciso paciência para fazer a posse de bola e o nível de finalizações transformar-se em vitórias. Mas também é ncessário cuidado para entender se o melhor caminho é investir na formação atual ou voltar ao sistema tático mais conservador, com um meia mais próximo a Gabriel.

Corinthians 1987: desde aquela época, não perdia para o São Bento

Tags : Corinthians