PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do PVC

Palmeiras e São Caetano repetem sina e podem mudar sequência da história

PVC

05/03/2018 23h28

A inesperada derrota do Palmeiras sobre o São Caetano foi a terceira da história do confronto. Serve de sinal de alerta para o Palmeiras e para quem julga que ter o elenco mais famoso e numeroso serve para ganhar todos os jogos. Mais cedo, numa discussão sobre os melhores times do Brasil, dizia-se na TV que o time reserva do Palmeiras é melhor do que muitos titulares. A ressalva deste colunista foi: o elenco reserva do Palmeiras.

Há uma diferença entre o time e o elenco, entre uma equipe treinada e outra famosa. O Palmeiras trabalha há dois anos para transformar um elenco excelente num time forte. Ainda não fez.

Por isso, o São Caetano, dirigido por Pintado, visitou o Allianz Parque pela primeira vez e saiu com vitória.
O Palmeiras tinha Scarpa, Guerra, Keno, mas não tinha cardápio, jogadas pensadas, trabalhadas para chegar ao gol adversário.

A primeira visita do São Caetano ao Allianz Parque aconteceu dezoito anos depois da primeira visita ao Parque Antártica e oito anos depois da última. Na primeira, vitória por 4 x 3 do São Caetano nas quartas-de-final do Brasileiro de 2000, Copa João Havelange.

Na última, em 2010, o São Caetano era dirigido por Antônio Carlos Zago e goleou o Palmeiras de Muricy Ramalho por 4 x 1. Muricy foi demitido e quatro dias depois Zago assumiu o Palmeiras no clássico contra o São Paulo.

Há diferenças. Desta vez, havia mais de 20 mil torcedores e daquela havia 3 mil. Desta vez, Roger Machado não será demitido, mas o clássico daqui a três dias também é contra o São Paulo. Daquela vez, a troca de comando só serviu para piorar. Desta, a sequência do trabalho pode servir para melhorar o time titular.

E, quando houver time, o melhor elenco poderá significar que os reservas terão o mesmo padrão. Eles poderão jogar bem contra o São Caetano ou contra qualquer outro time.

Abaixo, a ficha técnica da última visita do São Caetano ao velho Parque Antártica.

17/fevereiro/2010
PALMEIRAS 1 x 4 SÃO CAETANO
Local: Parque Antártica (São Paulo); Juiz: Luís Flávio de Oliveira (SP); Renda: R$ 99.470; Público: 3.324; Gols: Eduardo 27, Eduardo 35, Marcelo Batatais 42 do 1º; Luciano 4, Diego Souza 19 do 2º; Cartão amarelo: Léo, Pierre, Jairo, Wendell
PALMEIRAS: Marcos, Figueroa (Deyvid Sacconi, intervalo), Léo, Danilo e Wendell; Pierre, Edinho, Márcio Araújo e Cleiton Xavier; Diego Souza e Robert (Lenny, intervalo). Técnico: Muricy Ramalho
SÃO CAETANO: Luís, Arthur, Anderson Marques, Marcelo Batatais e Bruno Recife; Jairo (Romário 42 do 2º), Moradei, Luciano Mandi e Everton Ribeiro (Adriano 25 do 2º); Wanderley e Eduardo (Wendell 34 do 2º). Técnico: Antônio Carlos

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é jornalista esportivo, blogueiro do UOL, colunista da Folha de S. Paulo. Cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018) e oito finais de Champions League, in loco. Nasceu em São Paulo, vive no Rio de Janeiro e seu objetivo é olhar para o mundo. Falar de futebol de todos os ângulos: tático, técnico, físico, econômico e político, em qualquer canto do planeta. Especializado em futebol do mundo.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Blog do PVC