Blog do PVC

A discussão sobre as prioridades do Atlético

PVC

O presidente do Atlético Mineiro, Sérgio Sette Câmara, deixou claro depois da partida contra o San Lorenzo que se chateia pela eliminação, mas não se preocupa.

A prioridade do Galo é ganhar a Copa do Brasil e classificar-se para a Libertadores por meio do Brasileirão.

É discutível, porque a Copa Sul-Americana parece um caminho mais curto para um título neste ano. E porque Thiago Larghi poderia ter preservado metade do time, escalado cinco a seis titulares.

Mesmo assim, não parece correto o alarde que se faz com a eliminação. O Atlético venceria se Erik finalizasse melhor duas vezes ou se o árbitro Julio Bascuñan marcasse pênalti.

Larghi estava seguro depois da partida, em sua entrevista coletiva, embora cometa incoerências. Como dizer que não priorizou e que escalou o time mais forte para o momento e, logo depois, admitir certa prioridade.

Mas o time está crescendo, a qualidade do jogo aparece. A questão é se garantir em outras competições. Se a vaga na Copa do Brasil não vier contra a Chapecoense, aí vai ser bem mais difícil argumentar.