Blog do PVC

Atlético de Madrid, a outra maneira de vencer na Europa

PVC

O gol do título, marcado por Gabi, aos 44 minutos do segundo tempo, é simbólico. Não apenas por vestir a camisa 14 que foi de Diego Simeone, quando jogador,mas porque foi quem mais demonstrou irritação ao perceber a eliminação da Liga dos Campeões, na fase de grupos. Disse que era uma m…

Não era, levando em conta que a chance de o Atleti ganhar a Champions era menor do que de vencer a Liga Europa. O sonho do Atlético de Madrid é conquistar o maior torneio europeu, mas enquanto é impossível os colchoneros mantêm a hegemonia no segundo torneio em importância.

Griezmann foi o melhor em campo. Depois de um início discreto, esperando o Olympique de Marselha em seu campo de defesa, o Atlético subiu aos poucos, cinicamente, como é o estilo da equipe de Simeone. E fez 1 x 0 numa saída de bola equivocada do goleiro Mandanda, finalizada pelo camisa 7 francês.

O segundo tempo foi um massacre. Subida de marcação forte, o Atlético de Madrid não deixou os marselheses respirarem.

Gabi queria ir a Kiev, local da final da Champions League, no sábado, dia 26. Em vez disso, foi a Lyon, onde o Atlético tinha uma dívida, por perder para o Dynamo, de Kiev, o que era um sonho em 1986, o título da velha Recopa Europeia.

O Atlético de Madrid conquista a outra copa europeia e mostra que há outra maneira de vencer competições continentais.

LIGA EUROPA
16/maio/2018
OLYMPIQUE DE MARSELHA 0 x 3 ATLÉTICO DE MADRID

Local: Parc Olympique (Lyon); Juiz: Bjorn Kuipers (Holanda); Sander Van Roekel, Erwin Zeinstra; Gols: Griezzmann 20 do 1º; Griezzmann 3, Gabi 44 do 2º; Cartão amarelo: Vrsaljko (23’), Amavi (38’), Luiz Gustavo (27’), Ndie (32’), Lucas Hernández (32’)
OLYMPIQUE DE MARSELHA: 30. Mandanda (4), 17. Sarr (5), 23. Rami (5,5), 19. Luiz Gustavo (6) e 18. Amavi (6); 8. Sanson (5,5) e 29. Anguissa (4,5); 26. Thauvin (5), 10. Payet (5) (27. López 32 do 2º (5)) e 5. Ocampos (4) (14. Nije 18 do 2º (4)); 28. Germain (4) (11. Mitroglou 28 do 2º (6)). Técnico: Rudi Garcia
Banco: 16. Pelé, 2. Sakai, 4. Kamara, 6. Rolando, 11. Mitroglou, 14. Nije, 27. López
ATLÉTICO DE MADRID: 13. Oblak (6,5), 16. Vrsalijko (5) (20. Juanfran, intervalo (6)), 24. Giménez (6), 2. Godín (7) e 19. Lucas Hernández (6,5); 11. Correa (6,5) (5. Thomas Partey 42 do 2º (sem nota)), 14. Gabi (7), 8. Saúl (6) e 6. Koke (7); 7. Griezmann (9) (9. Fernando Torres 45 do 2º (sem nota)). e 18. Diego Costa (6). Técnico: Diego Simeone
Banco: 25. Werner, 3. Filipe Luís, 5. Tomas Partey, 9. Fernando Torres, 15. Savic, 20. Juanfran, 21. Gameiro

Tags : liga europa