Blog do PVC

Palmeiras passa susto e Flamengo fica em segundo na chave

PVC

A noite começou com a vitória do Grêmio em jornada insossa contra o Defensor, mas com a segunda melhor campanha da Libertadores confirmada, só abaixo do Palmeiras.

Mas quase se complicou.

Assim como o Palmeiras, na Copa do Brasil. Dudu não pôde jogar, por causa da estúpida definição da Fifa, que permite aos jogadores da final da Liga dos Campeões entrarem em campo no sábado, mas discute quem joga pela Copa do Brasil na quinta. O Palmeiras preferiu não correr riscos.

Mas correu, porque jogou mal contra o América-MG. Também porque Roger Machado errou na escalação de Deyverson, como substituto de Borja — e de Dudu. Melhor seria ter Guerra desde o início, como aconteceu no segundo tempo.

O Palmeiras abusou dos erros de passes (15%) e de posicionamento. Marcos Rocha saiu mais do que deveria e Diogo Barbosa deixou Carlinhos em condição legal para fazer o passe e ver Serginho fazer 1 x 0.

Melhorou no segundo tempo, mas não o suficiente para dar tranquilidade. Nos minutos finais, o Palmeiras passou sustos contra o América valente. Aos 40 do segundo tempo, cruzamento de Carlinhos quase virou o segundo gol americano, quando Jaílson saiu mal e Diogo Barbosa desviou para escanteio.

Mas o Palmeiras conseguiu a classificação com empate por 1 x 1. Em dezesseis partidas neste ano como mandante, o Palmeiras venceu nove, empatou quatro e perdeu três. O aproveitamento está abaixo do normal.

Em Buenos Aires, o Flamengo escalou Jean Lucas como substituto de Diego e de Geuvânio. Atuação discreta. O River Plate teve mais tempo com a bola no pé e mais chances concretas de gol. Por isso, fecha a fase de grupos na primeira posição. O Flamengo correrá o risco no sorteio de enfrentar rivais brasileiros ou o próprio River nas oitavas-de-final.