Blog do PVC

Rússia vence dois primeiros jogos pela primeira vez em 52 anos

PVC

Havia 14 mil pessoas a menos na segunda partida da Rússia, do que na estreia contra a Arábia Saudita. Não era desânimo, mas o tamanho do estádio misturado com a ausência da novidade, da abertura da Copa. Pois o público de São Petersburgo retribuiu com alegrai cada boa jogada protagonizada pela seleção de Cherchesov.

A Rússia controlou a troca de passes no início, mas correu riscos nos contra-ataques. Mesmo assim, chegou ao 1 x 0 num vacilo do lateral-direito Fatih, que desviou o chute de fora da área para dentro do gol.

No começou do segundo tempo, Mário Fernandes fez a mais bela jogada da partida e cruzou para Cheryshev chegar à artilharia da Copa do Mundo, empatado com Cristiano Ronaldo. Pelo menos até Portugal entrar em campo no estádio Luzhniki, na manhã desta quarta-feira. Ainda deu tempo de o grandalhão Dzyuba fazer o terceiro e de Salah diminuir, no terceiro pênalti marcado pelo VAR.

Desde 1966, os russos não começavam uma Copa do Mundo com duas vitórias seguidas nas duas primeiras rodadas. Daquela vez, a velha seleção da União Soviética venceu norte-coreanos e italianos e chegou à sua única semifinal da história.

Terça-feira, 19/junho/2018
RÚSSIA 3 x 1 EGITO – 15h, 21h

Local: Petrovsky (São Petersburgo); Juiz: Enrique Cáceres (Paraguai); Público: 64.468; Gols: Fatih (contra) 2, Cheryshev 14, Dzyuba 17, Salah (pênalti) 28 do 2º; Cartão amarelo: Trezeguet, Smolov
RÚSSIA: 1. Akinfeev (6), 2. Mário Fernandes (7), 3. Kutepov (6), 4. Ignashevich (5,5) e 18. Zhirkov (6) (13. Kudriashov 41 do 2º (sem nota)); 8. Gazinsky (6,5) e 11. Zubnov (6,5); 19. Samedov (6), 17. Golovin (6,5) e 6. Cheryshev (7) (7. Kuziaev 34 do 2º (sem nota)); 22. Dzyuba (7,5) (11. Smolov 34 do 2º (5)). Técnico: Stanislav Cherchesov
EGITO: 23. El Shenawy (6), 7. Fathi (5), 2. Al Gabr (4,5), 6. Hegazy (5,5) e 13. Abdelshafy (5); 8. Hamed (6) e 17. Elneny (5) (22. Warda 17 do 2º (5)); 10. Salah (6), 19. Said (5) e 21. Trezeguet (5) (14. Sobhy 23 do 2º (5)); 9. Mohsen (5) (11. Kahraba 37 do 2º (sem nota)). Técnico: Héctor Cúper
Posse de bola – 47% x 53% – Finalizações – l1 x 13
Homem do jogo Fifa – Cheryshev
Homem do jogo PVC – Dzyuba