Blog do PVC

Tite disse em dezembro que bola parada podia eliminar Brasil

PVC

Em dezembro de 2017, em entrevista ao FOX Sports, Tite alertou para um detalhe que separava o Brasil do sexto título mundial.

''Se tu perceberes, o Brasil sofreu o primeiro gol de bola parada, nas três eliminações mais recentes de Copa do Mundo.''

Tite citou o gol de Henry, em Brasil 0 x 1 França, 2006, o gol de Sneijder, em Holanda 2 x 1 Brasil, 2010, e o primeiro gol da Alemanha nos 7 x 1 do Mineirão.

Na ocasião, Tite foi lembrado por este colunista que, àquela altura, o Brasil tinha sofrido cinco gols sob seu comando e quatro de bolas paradas. Três de escanteios e um de pênalti. Outro de bola cruzada pelo alto para a grande área, marcado por Radamel Falcão Garcia em Colômbia 1 x 1 Brasil.

A questão se seguiu. O Brasil sofreu oito gols em 26 jogos sob o comando de Tite. Poucos gols sofridos. Sete de bola parada, sendo um de pênalti e o oitavo no contra-ataque que permitiu a De Bruyne o segundo gol da Bélgica.

Roberto Martinez chamou sua alteração tática de ousada. Foi decisiva. De Bruyne como falso nove destruiu o jogo, junto com Lukaku pela direita e Hazard pela esquerda.

Mas o Brasil levou o gol do início da derrota, pela quarta Copa seguida, de bola cruzada na área. E se saltar 2002, Copa vencida, em 1998 a derrota para a França começou do mesmo jeito.