Blog do PVC

Matheus Fernandes no Palmeiras ainda não significa Erik no Botafogo

PVC

O Palmeiras encaminhou proposta pela compra da maior parte dos direitos sobre o volante Matheus Fernandes, do Botafogo. A oferta está na mesa do presidente botafoguense, Nelson Mufarrej, junto com a do Genoa, da Itália. A tendência é que o negócio seja sacramentado e o cabeça-de-área, campeão brasileiro sub-20 de 2016, dispute a temporada do ano que vem no Allianz Parque.

Isso não significa que o atacante Erik já tem seu destino definido para 2019. O Botafogo deseja permanecer com o atacante, vinculado ao Palmeiras, e o jogador tem vontade de continuar no Rio de Janeiro, onde seu futebol reacendeu no final do ano. Em 22 partidas pelo Botafogo, marcou cinco gols e deu quatro passes decisivos no Brasileirão.

Ocorre que seu agente prefere esperar as alternativas de mercado para entender se Erik deve ou não ficar em General Severiano. Mesmo depois do provável sim de Nelson Mofarrej à oferta do Palmeiras, será necessário esperar o início do próximo ano para entender qual será o destino de Erik. Possivelmente o mesmo endereço do final da temporada.

Entre o Genoa e o Palmeiras há muitas diferenças, todas favoráveis à equipe brasileira. A primeira é que o Genoa ocupa hoje a 14a colocação da Série A. A segunda é que, no Genoa, bons atletas brasileiros desperdiçaram tempo nesta década. Caso do zagueiro Roger Carvalho, destaque do Figueirense em 2011, que passou pela equipe rossoblu e nunca recuperou sua melhor condição técnica, mesmo passando mais tarde por São Paulo e Palmeiras. A terceira é que times desse tamanho, na Itália, pagam salários menores ou iguais aos maiores do Brasil.

Matheus Fernandes teve o recorde de desarmes do elenco do Botafogo, durante o Brasileirão. Foram 75, número que o coloca em 22o lugar no ranking do campeonato. No Palmeiras, Thiago Santos e Marcos Rocha foram os únicos com índice superior ao do cabeça-de-área botafoguense.