Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

A dúvida entre ser Athletico ou Paranaense

PVC

2012-12-20T18:13:20

12/12/2018 13h20

O que o Athletico Paranaense pretende, com a mudança da marca, é diferenciar-se. Ser único. Deixar de ser o outro rubro-negro e, principalmente, não ser mais um outro Atlético. Não era outra a intenção, quando o presidente Valmor Zimmerman decidiu trocar o uniforme de listras horizontais, igual à do Flamengo, por listras verticais. Em 1988, o Milan foi a inspiração. Muita gente no Sudeste nem se lembra que o Atlético Paranaense tinha camisa igual à flamenguista.

O problema atual é ser Atlético. No Brasil, quando se diz Atlético, o pensamento vai a Belo Horizonte.
Nelson Rodrigues dizia que tricolor só tem um. Os outros são times de três cores.
O plágio é: Atlético só tem um, os outros são atléticos.
O São Paulo nunca se preocupou com a sentença de Nelson Rodrigues. Hoje, para muitos, representa "O Tricolor."

Acrescentar a letra H aumenta a chance de a imprensa escrever Athletico-PR. Perceba que este blog se esforça em sempre grafar Athletico Paranaense — antes Atlético Paranaense. Mas, às vezes, não cabe no título, porque jornais e sites trabalham com limite de caracteres. O senador Fernando Henrique Cardoso virou o Ministro da Fazenda e depois Presidente da República FHC. O nome completo não cabia na manchete do jornal.

Athletico Paranaense também não cabe.

E por isso se escreve Atlético-PR, o que cria a tentação de dizer Atlético do Paraná. Muita gente comete este erro, o que irrita os atleticanos profundamente.

A chance de acabar de vez com isso seria um pedido para que se trate o clube como "Paranaense." Argumentei com o presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mario Celso Petraglia, que Paranaense é muito grande. Ele respondeu: "Fluminense também é." Tem razão. A solução é essa.

Mas quando se chega a Curitiba e se pergunta para qual clube o cidadão torce, a resposta vem seca: Athlético. Se o cara não for coxa-branca, vai dizer assimn: Athletico. E a arquibancada da Arena canta: A-Thle-Tico!

Já imaginou chegar à capital do Paraná e ouvir o torcedor dizer que torce pelo Paranaense? Difícil.

Mas espalhar o conceito de que o Clube Atlético Paranaense é o Paranaense é possível em termos nacionais e internacionais. Hoje já é assim para a imprensa colombiana. Lá, a final da Copa Sul-Americana será entre o Paranaense e o Junior.

Veja que não é Atlético Junior. É Junior!

Atlético há vários. Club Atlético River Plate, Club Atlético Peñarol, Club Atlético Boca Juniors. O Athletico Paranaense precisa mesmo diferenciar-se.

Por isso, mudou o escudo e, com isso, criou uma marca. Se olhar bem, o escudo tem o mesmo formato do original, apenas sem o contorno. Serve como marca para tudo. Pode ter roupa do CAP, carro do CAP, qualquer produto com a marca nova. Como a Juventus fez com a letra J duplicada, o Athletico Paranaense inventou um logotipo.

Também já tem uma camisa exclusiva, vermelha com listras diagonais pretas na altura da barriga. Passa a ser um Athlético diferente de todos, porque tem o H. Mas continua a ser o Athletico-PR. Falta encontrar o nome como será conhecido pelo mundo todo: Paranaense?

Sabe o que resolve tudo isso? Ser campeão ano sim e no outro também. Não existe marketing melhor do que a vitória.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC