PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Palmeiras compra Marcos Rocha em definitivo por cerca de R$ 8 milhões

PVC

28/12/2018 15h01

O Palmeiras acertou a compra definitiva do lateral-direito Marcos Rocha por aproximadamente R$ 8 milhões. O negócio está sacramentado apesar de Alexandre Mattos estar nos Estados Unidos. Antes disso, e até mesmo na cerimônia de casamento do diretor do Palmeiras, o acordo já havia sido encaminhado. Em Trancoso, houve um encontro de Marcos Rocha com o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Camara. Ficou claro que o jogador preferia permanecer em São Paulo.

O Atlético não teve restrição, exceto realizar um bom negócio, porque entende que o Palmeiras ganhou muito na negociação do ano passado. Sergio Sette Camara foi criticado por negociar Marcos Rocha em troca do empréstimo de Roger Guedes. Às vésperas da Copa do Mundo, Guedes recebeu proposta do Shandong Luneng, da China. O Atlético recebeu o telefonema do Palmeiras quando faltava menos de um dia para o fechamento da janela.

A boa relação entra na conta. O Atlético entende que conseguiu superar a ausência do lateral. O sucessor de Marcos Rocha é Émerson, comprado da Ponte Preta quando era um desconhecido e que hoje tem ofertas do futebol europeu de até 12 milhões de euros. O reserva de Émerson no início de 2019 será Guga, do Avaí, revelação da Série B. Hoje o Atlético entende ter dois bons laterais e lucrou com a negociação do antigo titular.

Vale a lembrança de que, hoje, os dois laterais esquerdos do Palmeiras são Diogo Barbosa e Victor Luís, que há três anos disputavam o Brasileirão pelo Botafogo, sem nenhum alarde.

O Atlético tem dois bons laterais direitos. O Palmeiras, também. Mais badalados, mas com a diferença em relação ao custo das negociações. A ideia do Palmeiras é ganhar a Libertadores. A do Atlético, idem. O Palmeiras é o atual campeão brasileiro e o Atlético, sexto colocado, terá de passar por dois mata-matas para chegar à fase de grupos.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é jornalista esportivo, blogueiro do UOL, colunista da Folha de S. Paulo. Cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018) e oito finais de Champions League, in loco. Nasceu em São Paulo, vive no Rio de Janeiro e seu objetivo é olhar para o mundo. Falar de futebol de todos os ângulos: tático, técnico, físico, econômico e político, em qualquer canto do planeta. Especializado em futebol do mundo.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Blog do PVC