Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Corpo de Bombeiros não interdita o Ninho. Tudo tem três lados

PVC

2012-02-20T19:18:18

12/02/2019 18h18

Tudo tem três lados é um verso de uma canção do Skank, chamada "Três Lados." O Corpo de Bombeiros visitou o Ninho do Urubu, fez recomendações de adaptações das instalações e decidiu não interditar o Centro de Treinamento. Isto, após quatro dias com a prefeitura do Rio trazendo informações sobre multas e sobre a falta de alvarás para funcionamento do local de treinos dos profissionais e amadores rubro-negros.

O incêndio do Ninho do Urubu exige se pensar por todos os aspectos. Quando se pensa no que está havendo de errado nos alojamentos de garotos pelo país, é preciso dividir o problema em três:

1. os times profissionais

2. os times semi-profissionais, ditos profissionais, porque registrados nas federações.

3. o Brasil inteiro e o Rio de Janeiro em particular.

1. OS TIMES PROFISSIONAIS – Os Centros de Treinamento dos meninos da base melhoraram. Converse com técnicos e jogadores e você ouvirá esta avaliação. Isso vale também para o Flamengo. É óbvio que houve menosprezo sobre os problemas que poderiam ser criados por contêineres adaptados para receber jogadores. Em 2013, o diretor da base do Grêmio, Júnior Chávare, decidiu desativar contêineres. O Grêmio comprou um motel, o que produziu piadas em Porto Alegre. Em vez de contêineres, o Grêmmio dividiu quartos e alojou corretamente garotos. O motel virou hotel, tornou-se alojamento. O erro de não acabar mais rapidamente com os contêineres é imperdoável, no Flamengo. Porque houve dez mortes.
Mas quem já pisou no Ninho do Urubu sabe que a estrutura evolui a cada semana. O Atlético Mineiro, o Atlético Paranaense, São Paulo, Cruzeiro, Palmeiras… são clubes com estruturas ótimas para alojar garotos. De preferência, garotos que vivam com suas famílias na mesma cidade, como exige o Estatuto da Criança e do Adolescente. No caso rubro-negro, pelo menos dois meninos, um do Piauí e outro do Amazonas, escaparam do incêndio, porque foram para a casa da família. Porque os familiares vivem no Rio de Janeiro. Se o depoimento acima está incorreto, então o Corpo de Bombeiros é ridículo. Porque visitou o Centro de Treinamento e o manteve aberto.

2. OS SEMI-AMADORES – Os times que têm divisões nacionais melhoraram. Os que não têm, muitos deles são catástrofes. Há exceções. O Ituano, de Juninho Paulista, organiza a vida de seus garotos com dignidade. Se sair caçando histórias em divisões de base de Olaria, Bonsucesso, no interior gaúcho, cearense, paulista, fluminense… Vamos achar muita coisa errada. Dos puxadinhos aos fios desencapados à vista dos meninos. O incêndio no alojamento do Bangu é um exemplo. Só que o Bangu aloja seus jogadores numa instalação da Aeronáutica. O que nos joga ao terceiro problema.

3. O BRASIL E O RIO DE JANEIRO – A prefeitura anuncia que o Flamengo não tem alvará, o Corpo de Bombeiros visita o Centro de Treinamento e libera. Pede que se façam mudanças "no prazo mais rápido possível." Quanto é isto? O Corpo de Bombeiros acaba de desmoralizar a prefeitura. Porque a prefeitura é incapaz de dizer que todas as instalações da cidade estão regulares, simplesmente porque não estão. O espaço da Aeronáutica que pegou fogo com jogadores do Bangu está? O Hospital Lourenço Jorge, para onde foram as vítimas do Ninho do Urubu, não tinha plano de fuga de incêndio. A prefeitura do Rio de Janeiro disse ter sugerido o adiamento de Vasco x Resende, pela semifinal da Taça Guanabara. A Federação do Rio disse que não recebeu a notificação de que haverá tempestade. Ops… Tem um erro de comunicação. No mínimo. O Brasil é o país em que caiu um prédio no Largo do Paissandu, em São Paulo, rompeu-se uma barragem em Mariana, outra em Brumadinho, incêndio matou dez adolescentes no centro de treinamento do Flamengo, outro matou três pessoas num hospital municipal no Rio de Janeiro, mais um queimou a história no Museu Nacional. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Só que tem.

O Ninho do Urubu deve funcionar e corrigir seus defeitos. Os culpados por negligência têm de ser punidos. Quem tem o dever de alertar sobre irregularidades tem também o dever de anunciar publicamente, mesmo se não houver poder de polícia. É necessário evitar novos incêndios.

O Flamengo é o responsável pela tragédia de sexta-feira (8). Mas não basta prender se a fiscalização da cidade e do país não se tornar mais comprometida e profissional.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC