Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Campeonato Paulista pede reflexão depois da decisão

PVC

2015-04-20T19:13:29

15/04/2019 13h29

Vamso partir da premissa escrita aqui, pelo Menon, duas semanas atrás. O Campeonato Paulista foi legal.

Quando se diz isto, não se está comparando com Premier League, Bundesliga ou Liga Espanhola. Mas foi legal. Divertiu, revelou jogadores para o Brasileiro, como Léo Arthur e Jóbson.

Isso não exclui reflexões e até mesmo um seminário depois da decisão do próximo domingo, em Itaquera.

Debates sobre o excesso de empates por 0 x 0, também sobre a forma como foi utilizado o assistente de vídeo.

Ao todo, o Paulista teve 13% de suas partidas com placar em branco. É assustador, levando em conta que na Premier League há 5% de empates sem gols e na Liga Espanhola são 7,5%.

No estadual de São Paulo, houve 11% de empates por 0 x 0 na fase de classificação. As finais turbinaram a seca de gols.

Os clássicos, mais ainda. Dos onze jogos envolvendo os quatro grandes, cinco terminaram 0 x 0. Isso representa 45%, índice inédito na história do campeonato. Em 1987, houve 18 clássicos, com seis placares em branco, ou 33,3%. Era um exagero. Hoje é absurdo.

Talvez o aumento desse índice passe pela chance de levar o jogo para os pênaltis, se a igualdade persistir. Como houve em São Paulo x Palmeiras, duas vezes, Corinthians x São Paulo na primeira final.

Outro ponto é o VAR. O verbo é aperfeiçoar. Quando a arquibancada grita "vergonha" para a tentativa de evitar o erro, é porque se está correndo o risco de desmoralizar a honestidade.

É preciso discutir para saber como fazer a importância do árbitro de vídeo ser notada como uma vantagem, não como desvantagem.

O slogan "mínima interferência, máximo benefício" precisa vigorar.

Um seminário para debater o que funcionou e o que não dá certo pode ser bem importante para o campeonato. Mais do que isso, para o futebol brasileiro.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC