Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Brasileirão herda oito trabalhos do zero depois do primeiro trimestre

PVC

2022-04-20T19:06:27

22/04/2019 06h27

Dos vinte clubes do Brasileirão, oito vão começar trabalho do zero.

Vasco, Ceará e Goiás demitiram seus treinadores ontem. Alberto Valentim, Lisca e Maurício Barbiéri deixam o comando como vice-campeões.

É provável que Enderson Moreira assuma o Ceará, depois de ter deixado o Bahia, durante a Copa do Nordeste.

Além dos três, a Chapecoense, o Bahia, o Atlético Mineiro, o São Paulo e o Botafogo já trocaram de treinador.

Alguns por causa dos estaduais, outros pela motivação de outros fracassos. O Atlético e o São Paulo demitiram depois de derrotas na Libertadores. O Botafogo, após ser eliminado pelo Juventude, na Copa do Brasil.

Fato é que 40% dos times começarão com trabalho menor do que quatro meses. O caso do Bahia é o mais incrível. Roger Machado assumiu há quatro partidas e já foi campeão. Parece mérito. É loucura!

Dos vinte clubes, só seis têm treinadores empregados há mais de um ano: Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Avaí, Fortaleza e CSA. Mano Menezes e Renato Gaúcho estão nos seus cargos desde o segundo semestre de 2016. Odair Hellmann desde novembro de 2017. Ceni assumiu o time cearense em 2018. Geninho completou doze meses de Avaí no fim de semana em que foi campeão catarinense. Marcelo Cabo está no time de Alagoas desde fevereiro de 2018.

Significa que só 20% dos clubes têm trabalho sedimentado.

Andrés Sanchez disse, depois do troféu em Itaquera, que os argentinos estão na frente do futebol brasileiro nos aspectos técnico e tático. Na Argentina, dos 26 clubes da Superliga, houve 22 mudanças de treinador. Mas os times de lá parecem mesmo mais intensos. Talvez por jogarem menos partidas e terem mais tempo de treino.

Com 15% de times montados com técnicos há mais de um ano, a tendência é que se reclame outra vez da qualidade do jogo praticado no campeonato mais importante do país.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC