Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

O dia em que descobri que sou míope

PVC

2022-05-20T19:12:28

22/05/2019 12h28

Hoje é dia 22 de maio.

Faz exatamente 31 anos.

O Campeonato Paulista de 1988 ainda estava na sua fase de classificação e jogavam São Paulo x Santos, no Morumbi.

Clássico às 17h de um domingo frio, chuvoso.

Saí de São Bernardo do Campo, onde morava, pouco depois do meio-dia. Nem esperei a transmissão da Bandeirantes, do Campeonato Italiano, porque o Milan tinha sido campeão uma semana antes, no dia 15, empatando contra o Como por 1 x 1.

O caminho era longo e a opção, ir de ônibus por 60 minutos, nos deixava no Shopping Morumbi. Depois, meia hora a pé até o estádio.

Lembro de meu amigo são-paulino, Rogério de Lima Carreon. Não sei quem mais foi nesse dia.

Sei que o primeiro tempo foi intenso e o Santos fez 2 x 0. Mendonça, ex-Botafogo, ex-Portuguesa, ex-Palmeiras, jogou muito. Marcou o segundo gol, de pênalti. Serginho fez o primeiro.

No segundo tempo… Bom, como acenderam os refletores naquele maio frio de 1988, as luzes brancas se espalharam e se juntaram à bola, também branca.

Quando saí do Morumbi, meus amigos são-paulinos execravam a atuação de Bernardo e nem adiantava eu dizer que César Sampaio seria um gigante. Eles só viam a atuação desastrosa de Bernardo.

Confesso que não avaliei e temi não estar vendo bem o futebol. Logo eu, que gostava tanto (até hoje…).

No dia seguinte, marquei consulta no oftalmologista. Ele decretou: quatro graus de miopia.

A bola branca se misturava à luz branca, à camisa branca do São Paulo, ao manto listrado branco e preto do Santos. Naquele dia, eu não vi nem a bola. Tudo ficou branco.

Ainda bem que era a miopia.

De futebol, ainda gosto de achar que eu entendo um pouquinho.

22/maio/1988
SÃO PAULO 0 x 3 SANTOS – 17h

Local: Morumbi (São Paulo); Juiz: Renato Marsiglia (RS); Renda: Cz$ 7.421.000; Público: 23.548; Gols: Serginho 33, Mendonça (pênalti) 36 do 1o; César Sampaio 43 do 2o
SÃO PAULO: Rojas, Zé Teodoro, Adílson, Daryo Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Pita e Ney (Raí); Muller, Lê e Sídney (Renatinho). Técnico: Cilinho
SANTOS: Rodolfo Rodriguez, Heraldo, Celso (Davi), Nildo e Ijuí; César Sampaio, César Ferreyra, Luvanor e Mendonça (Édson Ampola); Serginho e Tuíco. Técnico: Geninho

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC