Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Gol de Éverton, junto a Coutinho e Richarlison salvam estreia fria

PVC

2014-06-20T19:23:28

14/06/2019 23h28

A grande notícia da abertura da Copa América não se deu dentro de campo. Do lado de fora, nas ruas que cercam o Morumbi, surpreendeu a multidão chegando a partir das 19 horas. Não apenas porque o torneio continental costuma demorar a pegar, mas também por ser dia de manifestação contra a reforma da previdência em São Paulo.

O Morumbi não estava lotado, mas cheio e pintado de amarelo. Estava bonito.

Muito mais do que a partida, ritmo frio durante todo o primeiro tempo, finalizado com merecidas vaias para a seleção de Tite.

O segundo tempo começou com Richarlison dando um toque a mais na bola, mas chutando com direção ao gol, interceptado apenas pelo braço do zagueiro Jusino. O árbitro da final da Copa, Nestor Pitana, consultou o vídeo e marcou pênalti.

Veio Coutinho, sério, fazer 1 x 0.

Logo depois, o segundo, em jogada de Firmino pela ponta direita, depois de ter trocado de posição com Richarlison. Coutinho fez de cabeça.

O atacante, ex-Fluminense, adoraria ser escalado no comando do ataque, em vez de ser ponta direita. Jogou bem como centroavante, depois voltou ao lado direito, com Gabriel Jesus como camisa 9.

A mobilidade confunde a defesa adversária, mas é importante ter mais do que isso.

O Brasil venceu, mas segue devendo uma atuação exuberante.

Importante também ter Coutinho como referência. Sem brilho, mas Coutinho foi artilheiro e líder de assistências da seleção na Copa do Mundo. É agora também o goleador na Copa América.

No finalzinho da partida, Éverton foi protagonista do lance mais bonito. Seu primeiro gol pela seleção em um chute da entrada da área.

Sexta-feira, 14/junho/2019
BRASIL 3 x 0 BOLÍVIA – 21h30

Local: Morumbi (São Paulo); Juiz: Nestor Pitana (Argentina); Gols: Coutinho (pênalti) 4, Coutinho (cabeça) 6, Éverton 40 do 2º; Cartão amarelo: Saucedo, Coutinho
BRASIL: 1. Alisson (6), 13. Daniel Alves (6,5), 4. Marquinhos (6), 2. Thiago Silva (6) e 6. Filipe Luís (5,5); 5. Casemiro (6,5) e 17. Fernandinho (6); 21. Richarlison (7) (10. Willian 37 do 2º (sem nota)), 11. Coutinho (7) e 7. David Neres (5) (19. Éverton 31 do 2º (7)); 20. Firmino (6,5) (9. Gabriel Jesus 17 do 2º (5,5)). Técnico: Tite
BOLÍVIA: 1. Lampe (6,5), 8. Diego Bejarano (5,5), 4. Haquin (5,5), 22. Jusino (4) e 17. Marvin Bejarano (4,5); 6. Saavedra (5,5) (11. Vaca 17 do 2º (5)), 14. Raúl Castro (5) (19. Ramiro Vaca 28 do 2º (5)), 7. Justiniano (5), 20. Saucedo (4) (16. Wayar 12 do 2º(5)) e 3. Chumacero (5,5); 9. Marcelo Moreno (5,5). Técnico: Eduardo Villegas

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC