Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Brasil mudou meio time e Argentina só mantém três depois das eliminatórias

PVC

01/07/2019 07h21

O último clássico Brasil x Argentina em território brasileiro aconteceu no dia 10 de novembro de 2016, no Mineirão.

Daquele jogo para cá, 32 meses depois, o Brasil escala seis jogadores diferentes e a Argentina tem oito distintos.

Só Messi, Otamendi e, talvez, Di Maria podem começar o embate de terça-feira (2), em Belo Horizonte.

Também mudou o treinador deles. Duas vezes. Edgardo Bauza deu lugar a Jorge Sampaoli e este a Lionel Scaloni, campeão espanhol pelo Deportivo La Coruña, como jogador, numa equipe em que compartilhava o campo com os brasileiros Djalminha, Mauro Silva e Flávio Conceição.

No Brasil, Tite mantém a estrutura, mas mudou o sistema tático e seis titulares. Thiago Silva era reserva de Miranda, Filipe Luís era suplente de Marcelo, Casemiro não atuou, Coutinho jogava na ponta-direita, Arthur e Firmino viraram titulares e Neymar está machucado.

São seis vitórias brasileiras e um empate desde o último triunfo argentino no Brasil, em 1998. No total, a Argentina venceu oito de 36 encontros como visitante.

10/novembro/2016

BRASIL 3 x 0 ARGENTINA

Local: Mineirão (Belo Horizonte); Juiz: Julio Bascuñan (Chile); Renda: R$ 12.726.250; Público: 53.490; Gols: Coutinho 24, Neymar 42 do 1º; Paulinho 13 do 2º; Cartão amarelo: Fernandinho, Marcelo, Funes Mori

BRASIL: 1. Alisson (6,5), 4. Daniel Alves (cap) (6), 13. Marquinhos (7), 3. Miranda (6,5) (14. Thiago Silva 41 do 2º (sem nota)) e 16. Marcelo (6); 5. Fernandinho (5,5); 11. Coutinho (8,5) (7. Douglas Costa 39 do 2º (sem nota)), 8. Renato Augusto (6,5), 15. Paulinho (8) e 10. Neymar (8,5); 9. Gabriel Jesus (7) (21. Firmino 36 do 2º). Técnico: Tite

ARGENTINA: 1. Romero (6), 4. Zabaleta (5,5), 17. Otamendi (6), 15. Funes Mori (6) e 15. Más (5,5); 8. Enzo Pérez (6) (11. Aguero, intervalo), 6. Biglia (6,5), 14. Mascherano (6) e 11. Di Maria (5,5) (16. Correa 26 do 2º (5)); 10. Messi (6,5) e 9. Gonzalo Higuain (5,5). Técnico: Edgardo Bauza

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC