Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Como estão os adversários dos brasileiros na Libertadores

PVC

22/07/2019 07h00

A Libertadores volta nesta semana, com oito partidas, das quais seis reúnem times brasileiros. Na terça-feira, Godoy Cruz x Palmeiras, River Plate x Cruzeiro. Na quarta-feira, Emelec x Flamengo, Athletico Paranaense x Boca Juniors, Nacional x Internacional. Na quinta-feira, o Grêmio recebe o Libertad. Cada adversário de clube brasileiro tem uma peculiaridade. Os argentinos só voltam a disputar o Campeonato Nacional a partir de sexta-feira, dia 26. Fizeram partidas de pré-temporada, contrataram jogadores, mas pode falta ritmo. Abaixo, veja a situação atual dos rivais dos times brasileiros e o retrospecto da fase de grupos:

GODOY CRUZ x PALMEIRAS

Segundo colocado do grupo C, abaixo do Olimpia, à frente do Sporting Cristal e Universidad Concepción, o Godoy Cruz mantém o treinador Lucas Bernardi. Contratou seis jogadores, destaque para o zagueiro Breittenbruth, ex-Tigres, do México. Na fase de grupos, só venceu duas de suas seis partidas e dependeu das jogadas de bola parada. Empatou com o Huracán no retorno da temporada, pela Copa Argentina. Classificou-se nos pênaltis. Na pré-temporada, disputou dez amistosos. Venceu quatro, empatou três e perdeu três.

RIVER PLATE x CRUZEIRO

O River Plate foi o segundo colocado do Grupo A, atrás do Internacional, à frente de Alianza e Palestino. Seria o grupo da morte, se o São Paulo não tivesse perdido a classificação para o Talleres que, por sua vez, foi eliminado na fase pré-grupos pelo Palestino.  O River Plate mantém sua estrutura tática e seu elenco. Na pré-temporada, goleadas por 5 x 0 e 7 x 0 sobre o Ventura Fusion, por 5 x 1 sobre o Chivas e vitória por 2 x 0 sobre o América do México. O Cruzeiro terá o rival mais difícil para os brasileiros.

NACIONAL x INTERNACIONAL

O Nacional estreou no Torneo Intermedio, do Uruguai, com derrota para o Defensor. Na segunda rodada, venceu o Danúbio por 2 x 1. Perdeu o goleiro Conde, para o Banfield, da Argentina. Contratou o zagueiro Magallanes. Também perdeu o atacante Rodrigo Amaral, por lesão no joelho. O Internacional é favorito para a classificação, mas não pode desprezar uma equipe que, na fase de grupos, venceu o Atlético Mineiro tanto em Montevidéu, quanto no Mineirão.

ATHLETICO PARANAENSE x BOCA JUNIORS

O conselho dado ao Boca Juniors é para treinar pênaltis. Parece óbvio por enfrentar uma equipe que, como o Athletico, ganhou a Copa Sul-Americana contra o Junior de Barranquilla e eliminou o Flamengo, na Copa do Brasil, nos pênaltis. O Athletico é mais do que isso. Melhor lembrar os 3 x 0 sobre o Boca, na fase de grupos, a melhor atuação de uma equipe brasileira na temporada 2019. O Boca Juniors contratou o meia Salvio, do Benfica, e o atacante Hurtado, venezuelano do Gimnasia La Plata. Só estreia na temporada 2019/20 no domingo (28), contra o Almagro.

EMELEC x FLAMENGO

Em nove partidas entre Emelec e Flamengo, os equatorianos só venceram uma vez, em Guayaquil, 2012. Houve também um empate num amistoso disputado em 1966, no velho estádio Nacional de Guayaquil: 2 x 2. De resto, o Flamengo sempre venceu. O duelo será entre o técnico português, Jorge Jesus, e o espanhol, Israel Rescalvo, que melhorou o Emelec na reta de chegada da fase de grupos. Sob seu comando, o Emelec venceu o Cruzeiro, no Mineirão. Na sexta (19), o Emelec foi derrotado pelo Cuenca. O Flamengo é favorito para a classificação e para trazer pelo menos um empate do Equador.

GRÊMIO x LIBERTAD

Os dois clubes enfrentaram-se duas vezes na fase de grupos da Libertadores. O Grêmio venceu em Assunção e perdeu em Porto Alegre.  Na Arena, o Grêmio finalizou 22 vezes, sofreu oito chutes e perdeu por 1 x 0. Era a estreia na Libertadores do técnico José Antonio Chamot, pelo clube paraguaio. O jogo é perigoso e a lembrança da fase de grupos ajuda a entender o tamanho do problema. Mas o Grêmio é favorito. No Torneo Clausura do Campeonato Paraguaio, recém-iniciado, o Libertad ganhou na primeira rodada do San Lorenzo, por 1 x 0, fora de casa. Na segunda rodada, o adversário foi o Guaraní, batido por 1 x 0.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC