Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Flamengo destrói Vasco com melhor ataque do Brasil

PVC

17/08/2019 19h50

Bruno Henrique é o artilheiro dos clássicos. Dos 17 gols marcados neste ano, nove foram contra os rivais históricos do Flamengo: quatro contra o Vasco, três contra o Botafogo, dois contra o Fluminense. Vice-artilheiro do time no ano, agora vice-goleador do Brasileirão, ele foi o nome da partida de Brasília contra o Vasco.

O placar de 4 x 1 representa a maior goleada rubro-negra sobre os cruz-maltinos desde os 4 x 0.da reestreia de Zagallo, em 2000. Apesar da superioridade vermelha e preta, Diego Alves defendeu dois pênaltis, cobrados por Yago Pikachu e Bruno César.

O melhor ataque do Campeonato Brasileiro, agora com 32 gols, sofreu no primeiro tempo para enfrentar uma equipe bem montada por Vanderlei Luxemburgo. O Vasco defendia-se com Richard, na função de primeiro volante, e uma linha de quatro homens com Yago Pikachu pela direita, Raul na meia direita, Lucas Mineiro pela meia esquerda e Marquinho na ponta.

Por vezes, Vanderlei Luxemburgo inverteu o posicionamento de Talles Magno. Queria velocidade em cima dos dois laterais rubro-negros, que saíam simultaneamente. Raul criou oportunidade, defendida por Diego Alves. Talles Magno puxou contra-ataque contra quatro defensores, mas chutou para fora.

A diferença da primeira etapa, 1 x 0 para o Flamengo, deu-se muito em função da maior qualidade individual. Bruno Henrique puxou da esquerda para dentro e chutou no ângulo. Na segunda etapa, o rubro-negro voltou muito melhor e Bruno Henrique ampliou aos 6 minutos. Gabriel faria 3 x 1, depois de Leandro Castan diminuir. O 4 x 1 veio com De Arrascaeta, de pênalti.

O Vasco esforçou-se, desgastou-se, mas não conseguiu mais do que correr a partir da segunda etapa. Até mesmo para fazer seu gol, precisou ver Yago Pikachu desperdiçar pênalti, defendido por Diego Alves. No escanteio que se seguiu, Castan marcou. O Flamengo é mais time. O retrato desta superioridade é um tabu de treze partidas sem vitória vascaína. São oito empates e cinco vitórias rubro-negras. A maior seca de vitórias vascaínas na história. O Flamengo ficou 20 clássicos sem ganhar no final da década de 1940.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC