Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

O Flamengo dá aula com seu craque, seu líder e seu povo

PVC

01/09/2019 17h32

Se você é daqueles que acham que o Maracanã virou um estádio sem alma depois da reforma, precisa visitar o Rio de Janeiro rapidamente. Quem esteve no estádio neste domingo, e assistiu à aula de futebol do Flamengo de Jorge Jesus, viu um privilégio igual ao que se via no início dos anos 1990, por exemplo quando Júnior e Zinho conduziram o rubro-negro ao título brasileiro de 1992. Não se vai comparar nada, nunca, à era Zico.

Mas das muitas armas poderosas do Flamengo de Jorge Jesus, como a qualidade de Gérson, o melhor em campo, a velocidade de Bruno Henrique e a capacidade artilheira de Gabriel, o ambiente do Maracanã torna tudo incomparável. O Flamengo disputou oito partidas no Maracanã, pelo Brasileiro, e ganhou todas. Nos 3 x 0 sobre o Palmeiras, fez um massacre diante do recorde de público do Brasileirão 2019.

Contou também com o erro grosseiro de Felipão, que tentou tirar velocidade do jogo, escalou  três volantes e puxou o Flamengo para seu campo de defesa. Parar o Flamengo é difícil, mesmo quando se equilibra a posse de bola. Entregando a criação ao time da casa, torna-se impossível.

O Flamengo teve o craque: Gérson.

O líder: Jorge Jesus.

E seu povo, numa exibição que, nas últimas décadas, só se imaginou possível na Europa. A Nação Rubro-negra à esquerda das tribunas é mais bonita do que a Muralha Amarela, em Dortmund. Quem diz isso é quem viu recentemente partidas do Borussia Dortmund no Signal Iduna Park e esteve no Maracanã neste Flamengo 3 x 0 Palmeiras.

O Palmeiras marcou com Matheus Fernandes, gol anulado pelo vídeo. Em seguida a movimentação de Gabriel e Bruno Henrique e as inversões de posições de Éverton Ribeiro, Gérson e De Arrascaeta mataram a marcação de Felipe Melo, Bruno Henrique e Matheus Fernandes. Saída de bola errada, aproveitada pelos rubro-negros, e De Arrascaeta deixou Gabriel frente a frente com Wéverton. Bruno Henrique caiu nas costas de Diogo Barbosa e fez o cruzamento, para o uruguaijo De Arrascaeta marcar. No segundo tempo, pênalti que permitiu a Gabriel seu 14o gol no Brasileirão.

Foi um massacre.

Impossível não dizer que o Flamengo está jogando o melhor futebol do país neste momento da temporada. Se vai ganhar o Brasileirão e a Libertadores, os próximos capítulos mostrarão. Mas vai ser muito difícil vencer o Flamengo e seu povo, no Maracanã.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC