Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Brasileirão já perdeu cinco times inteiros para o exterior

PVC

11/09/2019 12h41

A lista de jogadores que começaram o Campeonato Brasileiro, pela menos na relação dos elencos dos vinte clubes da Série A, e já arrumaram as malas para o exterior alcançou o número equivalente a cinco times inteiros. São 56 jogadores. Selecionáveis, como Pedro, que trocou o Fluminense pela Fiorentina. Olímpicos, como Renan Lodi e Rodrygo, que saíram de Athletico Paranaense e Santos para Atlético de Madrid e Real Madrid. Revelações, como Eric Ramires, ex-Bahia, agora no Basel, da Suíça, Jogadores de Copa do Mundo, como Cuellar, que deixou o Flamengo e rumou para o Al Hilal, da Arábia Saudita.

O Ceará é a exceção entre os vinte clubes da Série A. O único a não perder nenhum jogador de seu elenco, depois do início do Brasileirão. O Bahia foi o mais vitimado pelas transferências: oito jogadores pegaram o avião para fora do país.

O índice é gravíssimo, mas menor do que no ano passado, quando se chegou ao recorde de 65 jogadores transferidos da Série A, depois do início do campeonato.

Impossível não entrar na discussão sobre a qualidade dos técnicos que passaram pelo Brasil, brasileiros e estrangeiros, nos últimos anos. Todos lidam com a necessidade de reformar o elenco, com chegadas e partidas, durante o Brasileirão. O maior problemado futebol jogado no Brasil não é a qualidade dos técnicos. O êxodo, por exemplo, é mais grave.

OS 56 JOGADORES QUE JÁ SAÍRAM PARA O EXTERIOR

ATHLETICO PARANAENSE – Renan Lodi (Atlético de Madrid)

ATLÉTICO MINEIRO – Matheus Mancini (Acadêmica de Coimbra),

AVAÍ – Brizuela (Paraguai)

BAHIA – Douglas (Paok), Paulinho (Midytland), Ramires (Basel), Matheus Silva (Farense), Éverson (Portimonense), Júnior Brumado (Midytland), Yuri (Tochigi-Japão), Luís Fernando (Naestved, Dinamarca)

BOTAFOGO – Erik (Yokohama), Jonathan (Almeria), Helerson (Estoril-POR)

CEARÁ – Nenhum

CHAPECOENSE – Rildo (Coreia do Sul)

CORINTHIANS – Romero (San Lorenzo), Henrique (Al Hilal), Sergio Díaz (Real Madrid)

CRUZEIRO – Victor Luiz (Helsink), Barcos (Atlético Nacional), Lucas Romero (Independiente), Murilo (Lokomotiv), Brazão (Parma), Lucas Silva (Real Madrid)

CSA – Matheus Sávio (Kashiwa Reysol)

FLAMENGO – Klebinho (Tokyo Verdy), Léo Duarte (Milan), Cuellar (Al Hilal), Trauco (Saint Etienne)

FLUMINENSE – Pedro (Fiorentina)

FORTALEZA – Marcinho (Lifan – China), Dodô (Al Khor- EAU), Júnior Santos (Kashiwa Reysol)

GOIÁS – Ratinho (Gwanju – Coreia do Sul), Júnior Brandão (Persépolis – Irã), Loyola (Peru), João Afonso (Gil Vicente – Portugal)

GRÊMIO – Montoya (Racing), Jael (F.C. Tokyo)

INTERNACIONAL – Iago (Augsburg)

PALMEIRAS – Arthur Cabral (Basel), Fabiano (Boavista), Moisés (Shandong Luneng), Ricardo Goulart (Shandong Luneng), Luan Cândido (Leipzig), Vitão (Shakhtar Donetsky)

SANTOS – Jean Lucas (Lyon), Rodrygo (Real Madrid)

SÃO PAULO – Lucas Paes (Louletano), Rodrigo (Portimonense), Morato (Benfica), Lucas Fernandes (Portimonense), Júnior Tavares (Portimonense)

VASCO – Lucas Santos (CSKA), Yan Sasse (Rizespor-TUR), Maxi López (Crotone)

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC