Topo
Blog do PVC

Blog do PVC

Categorias

Histórico

Brasil e Inglaterra voltam a ter técnicos na Champions após nove anos

PVC

16/09/2019 17h35

A Uefa Champions League começa nesta terça-feira (17), com a novidade de que Brasil e Inglaterra voltarão a ter treinadores no mais importante torneio de clubes do planeta. O brasileiro Sylvinho estreia em Champions, como técnico do Lyon, em duelo contra o Zenit. Como jogador, Sylvinho foi campeão pelo Barcelona, em 2006 e 2009. Jogou a decisão como titular em sua segunda conquista.

O inglês Frank Lampard dirigirá o Chelsea e será o primeiro inglês técnico efetivo dos Blues na Champions, na história. O último nascido na Inglaterra a dirigir um clube na Champions tinha sido Harry Redknapp, pelo Tottenham, que chegou às quartas-de-final de 2011.

Também as quartas foram o destino do último brasileiro na Champions, como treinador. Também em 2011, Leonardo orientou a Internazionale até cair contra o Schalke, entre os oito melhores. No ano anterior, Leonardo dirigiu o Milan, com quatro vitórias, um empate e duas derrotas, eliminado pelo Manchester United.

No ano passado, Portugal e Itália compartilharam a maioria dos treinadores da rodada inaugural, com cinco técnicos cada.

Nesta temporada, a Itália é soberana, com a presença de quatro técnicos, contra três portugueses. Antonio Conte (Internazionale), Maurizio Sarri (Juventus), Giampiero Gasperini (Atalanta) e Carlo Ancelotti (Napoli) formam o time de italianos treinadores. Todos por clubes da Itália.

Portugal é diferente. Terá três representantes, com Luís Castro (Shakhtar), Bruno Lage (Benfica) e Pedro Martins (Olympiacos). No ano passado, dos cinco portugueses, havia a diferença de José Mourinho estar no Manchester United e Leonardo Jardim no Monaco.

Antes de Leonardo tornar-se o último brasileiro, antes de Sylvinho, Felipão dirigiu o Chelsea durante toda a fase de grupos da temporada 2008/09. Venceu 3 vezes, empatou 2 e perdeu 1. Foi demitido pelo Chelsea antes do início dos mata-matas. Aquele Chelsea foi até as semifinais, eliminado com gol no último minuto de Iniesta.

Na Champions League da era moderna, Vanderlei Luxemburgo e Carlos Alberto Silva foram representantes do Brasil. O atual técnico do Vasco participou de sete partidas da Champions, como técnico do Real Madrid. Ganhou quatro, perdeu duas, foi eliminado nas oitavas-de-final de 2005 pela Juventus. Carlos Alberto Silva orientou o Porto, em 1992/93, com 5 vitórias, 2 empates e 3 derrotas e a perda da vaga na final para o Milan, de Fabio Capello.

O primeiro treinador brasileiro em Copa dos Campeões da Europa foi Flávio Costa, pelo Porto, na temporada 1957/58. Foi eliminado pelo Athletic Bilbao, na primeira fase.

 

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da Fox e blogueiro do UOL. Jornalista desde os 18 anos, descobriu ao completar 36 que já tinha mais tempo de jornalismo do que de sonho. Ou seja, mais anos no exercício da profissão do que tinha de idade quando publicou sua primeira matéria. Trabalhou na revista Placar, diário Lance!, ESPN Brasil, cobriu as Copas de 1994, 1998, 2006, 2010 e 2014, esteve em sete finais de Champions League.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Mais Blog do PVC