Topo

Histórico

Categorias

Vasco x Flamengo tem inversão de domínio e tabu no Maracanã

PVC

13/11/2019 12h36

O Vasco passou nove clássicos sem perder do Flamengo, entre 2015 e 2016, com seis vitórias e três empates.

A quebra da escrita aconteceu em fevereiro de 2016, com gol de Diego e triunfo rubro-negro por 1 x 0.

De lá para cá, o domínio do clássico mudou de lado.

São 13 jogos sem derrota do Flamengo, com cinco vitórias e oito empates. O Vasco ganhou pela última vez em Manaus, abril de 2016, por 2 x 0 com gols de Andrezinho e Riascos.

O jejum do Vasco dentro do Maracanã leva mais longe. São sete partidas, com uma vitória do Flamengo e seis empates, mas desde o segundo turno do Brasileiro de 2015, quando Nenê e Rodrigo viraram o placar favorável ao rubro-negro com gol de Émerson, no primeiro tempo.

O tabu mais famoso da história do Clássico dos Milhões durou de 1945 a 1952, com 15 vitórias do Vasco e 5 empates.

24/abril/2016

VASCO 2 x 0 FLAMENGO – 16h – ÚLTIMA VITÓRIA DO VASCO NO CLÁSSICO

Local: Arena Amazônia (Manaus); Juiz: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ); Renda: R$ 3.531.240; Público: 44.419; Gols: Andrezinho 21 do 1º; Riascos 11 do 2º; Cartão amarelo: Luan, Júlio César, Julio dos Santos, Nenê, Rodinei, César Martins, Wallace, Cuellar; Expulsão: Alan Patrick

VASCO: Martin Silva, Mádson, Luan, Rodrigo e Júlio César (Rafael Vaz 25 do 2º); Diguinho (Yago Pikachu 17 do 2º), Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos (Éder Luís 31 do 2º). Técnico: Jorginho

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, César Martins, Wallace e Jorge; Cuellar, William Arão (Éderson 27 do 2º) e Mancuello; Marcelo Cirino (Vizeu 42 do 2º), Guerrero e Gabriel (Alan Patrick, intervalo). Técnico: Muricy Ramalho

27/setembro/2015 – ÚLTIMA VITÓRIA DO VASCO NO MARACANÃ

FLAMENGO 1 x 2 VASCO – 16h

Local: Maracanã (Rio de Janeiro); Juiz: Leandro Pedro Vuaden (RS); Renda: R$ 1.986.400; Público: 40.240; Gols: Émerson 11 do 1º; Rodrigo 12, Nenê 16 do 2º; Cartão amarelo: Paulo Victor, Jorge, Márcio Araújo, Émerson, Guerrero, Mádson, Luan, Júlio César, Julio dos Santos, Nenê, Lucas

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará (Ayrton, intervalo), César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo e Canteros (Marcelo Cirino 22 do 2º); Émerson, Alan Patrick e Paulinho (Éderson 27 do 2º); Guerrero. Técnico: Oswaldo de Oliveira

VASCO: Martin Silva, Mádson, Luan, Rodrigo e Júlio César; Julio dos Santos (Guiñazú 46 do 2º); Bruno Gallo, Andrezinho, Nenê (Lucas 37 do 2º) e Jorge Henrique (Rafael Vaz 50 do 2º); Leandrão. Técnico: Jorginho

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é jornalista esportivo, blogueiro do UOL, colunista da Folha de S. Paulo. Cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018) e oito finais de Champions League, in loco. Nasceu em São Paulo, vive no Rio de Janeiro e seu objetivo é olhar para o mundo. Falar de futebol de todos os ângulos: tático, técnico, físico, econômico e político, em qualquer canto do planeta. Especializado em futebol do mundo.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Blog do PVC