PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Além de Gabigol, Flamengo confia na contratação de Pedro

PVC

14/01/2020 04h45

O Flamengo se aproxima da contratação de Pedro. Diferente de Gabriel, de quem se espera o SIM até a próxima semana, a direção do clube entende que avançou na possibilidade de contar com Pedro. Há oito meses, o Flamengo propôs ao Fluminense 15 milhões de euros para ter o atacante. O Tricolor julgou que não deveria negociar, porque se tratava do maior rival e por ser o início do mandato do novo presidente Mario Bittencourt.

A Fiorentina contratou o atacante por 12 milhões de euros. Agora, o Flamengo está próximo de fechar o negócio por um valor entre 1 e 2 milhões de euros por empréstimo de um ano, com valor do passe fixado, a ser pago depois de um ano. Este valor ainda está sendo discutido, mas não será maior do que os 12 milhões de euros pagos pela Fiorentina.

Claro que o negócio pode ter resistência do clube de Florença, por pagar um alto valor e negociar por valor menor. Mas há enorme chance de a transferência aconteceu.

Até agora, Pedro disputou apenas quatro partidas pela Fiorentina e não anotou nenhum gol.

Além disso, o Flamengo confia numa boa conversa com os representantes de Gabriel. No final da semana passada, os agentes do jogador se aproximaram muito de dizer sim à oferta rubro-negra, para permanecer no clube onde foi mais feliz: 43 gols e 11 passes decisivos. Jogar na Inglaterra num time que dispute o rebaixamento ou posições intermediárias pode não ser bom para um atacante que precisa de gols.

O West Ham é o único clube a fazer oferta concreta para a Internazionale. O Chelsea, apesar das informações circularem de que o técnico Frank Lampard deseja contar com o atacante da Libertadores, ainda não se aproximou do clube italiano.

Atualmente, o West Ham é o 16º colocado do Campeonato Inglês, um ponto acima do Aston Villa, que abre a zona de rebaixamento. Seu artilheiro, Haller, anotou seis gols por todas as competições somadas. Na temporada passada, pelo Eintracht Frankfurt, Haller foi vice-artilheiro e marcou 19 vezes.

Na temporada passada, mais forte, o West Ham terminou a Premier League em décimo lugar. Arnautovic, seu goleador, marcou 11 gols. Não há hipótese de o goleador do West Ham marcar muito mais do que este número de gols. Nem mesmo sendo Gabriel.

Em 2006/07, quando Carlitos Tévez passou pelo West Ham como metade do caminho para o Manchester United, marcou sete gols e foi vice-goleador do time, com quatro a menos do que Bobby Zamora. Na temporada seguinte, mesmo coadjuvante de Cristiano Ronaldo (31 gols), Tévez foi vice-goleador com 14, o dobro do que anotou pelo West Ham e dois a mais do que Wayne Rooney.

Pode ser o limite para quem joga pelo West Ham.

O Flamengo não confia na permanência de Gabriel por causa da falta de propostas de grandes clubes. Confia por causa da possibilidade de Gabriel perceber que o Flamengo lhe dará em 2020 a mesma visibilidade e sucesso de 2019.

É provável que essa resposta positiva aconteça até, no máximo, o início da semana que vem.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é jornalista esportivo, blogueiro do UOL, colunista da Folha de S. Paulo. Cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018) e oito finais de Champions League, in loco. Nasceu em São Paulo, vive no Rio de Janeiro e seu objetivo é olhar para o mundo. Falar de futebol de todos os ângulos: tático, técnico, físico, econômico e político, em qualquer canto do planeta. Especializado em futebol do mundo.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Blog do PVC