PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Santos de Jesualdo começa diferente do de Sampaoli

PVC

23/01/2020 21h19

É óbvio que falta muito trabalho e não se mede trabalho na primeira partida.

Há um ano, quando o Santos de Jorge Sampaoli estreou contra a Ferroviária e venceu por 1 x 0, também não se podia medir. Na estreia de 2019, o Santos trocou 395 passes e finalizou 20 vezes, sendo cinco apenas no alvo. Ganhou com gol de Jean Mota aos 33 minutos do segundo tempo.

No duelo desta quarta-feira, entre o vice-campeão brasileiro e o vencedor da Série B, o Bragantino teve muitos momentos de superioridade e chutou bola na trave, com Ytalo.

O Santos trocou 401 passes, mais do que na estreia de Sampaoli, mas finalizou menos: dez vezes. Destas, só duas no alvo.

A primeira impressão não pode ser a que fica e Jesualdo Ferreira tem tudo para fazer grande trabalho pelo Santos. Uma das diferenças da estreia de 2019 para a de 2020 é a qualidade do adversário.

O Bragantino será muito forte no Campeonato Paulista.

Sobre o Autor

Paulo Vinicius Coelho é jornalista esportivo, blogueiro do UOL, colunista da Folha de S. Paulo. Cobriu seis Copas do Mundo (1994, 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018) e oito finais de Champions League, in loco. Nasceu em São Paulo, vive no Rio de Janeiro e seu objetivo é olhar para o mundo. Falar de futebol de todos os ângulos: tático, técnico, físico, econômico e político, em qualquer canto do planeta. Especializado em futebol do mundo.

Sobre o Blog

O blog tem por objetivo analisar o futebol brasileiro e internacional em todos os seus aspectos (técnico, tático, político e econômico), sempre na tentativa de oferecer uma visão moderna e notícias em primeira mão.

Blog do PVC