Blog do PVC

Arquivo : cruzeiro

Palmeiras é líder em todos os números do Paulista, exceto posse de bola
Comentários Comente

PVC

O Palmeiras é o líder em todos os quesitos mais importantes das estatísticas do Campeonato Paulista. A única exceção é a posse de bola. Mesmo com 56,5% do tempo de controle do jogo, o time de Roger Machado perde para o São Paulo e para o Santos, neste critério.

Em todos os outros, o Palmeiras lidera.

Tem o melhor ataque, com 12 gols.

A defesa menos vazada, 3 vezes apenas.

É o líder em desarmes, com 18,8 por partida.

É o recordista de finalizações, com 14,2 por jogo.

Tem o líder de passes para gols, Lucas Lima, com 3, empatado com Daniel Guedes.

Felipe Melo é quem mais desarma no Paulista: 5,2 em média.

Borja é o homem com mais chutes a gol por partida: 3,3.

E só não é o artilheiro do Paulista porque o gol de pênalti contra o Mirassol foi de Dudu, não dele.

O começo de temporada faz do Palmeiras o único time da Série A com 100% de aproveitamento.

Invictos estão também Atlético Paranaense, Flamengo e Cruzeiro.


Cruzeiro é fenômeno de público no início de 2018
Comentários Comente

PVC

O Cruzeiro ainda não estreou na Libertadores, não começou a participação na Copa do Brasil, mas já é um fenômeno de público no início do ano. Foram 33.187 pagantes contra o Tupi, e 23.467 contra o Uberlândia, ambos no Mineirão, numa quarta-feira à noite. A média de torcedores pagantes nos dois primeiros jogos do Campeonato Mineiro é de 28.327 por jogo.

Se considerar o público presente, a média salta para 33.769, com os 42 mil contra o Tupi e 25 mil contra o Uberlândia.

A novidade é que os ingressos para sócios-torcedores foram esgotados para o clássico contra o América, no domingo. Mais de 43 mil bilhetes vendidos, o que fez o time celeste subir a carga para 60 mil.

O efeito novidade para ver Fred persiste, o preço entre R$ 20 e R$ 100 também é um fator, a participação dos sócios torcedores também é.

Há um ano, em seus três primeiros jogos oficiais, o Cruzeiro levou 41 mil contra o Atlético e 7.145 contra o Tricordiano pelo Campeonato Mineiro, 4.834 contra a Chapecoense pela Primeira Liga. A média era de 17 mil por jogo.

Depois do clássico contra o América, poderá ser de 33 mil. Neste caso, diferente de Palmeiras e Corinthians, não se trata de um fenômeno de sócio-torcedor, mas da soma da modalidade ao preço de R$ 20. A conquista é o estádio cheio.

Tags : cruzeiro


A estrela dos estaduais
Comentários Comente

PVC

O Mineirão recebeu 33.187 torcedores pagantes, 42.297 espectadores presentes.

No primeiro dia de futebol do Brasil, foi fantástico.

Há dois anos, o Mineirão também surpreendeu com 30 mil pagantes no primeiro jogo da temporada, Atlético 0 x 2 Flamengo, pela primeira rodada da Primeira Liga.

A Primeira Liga não significava nada, assim como o Campeonato Mineiro não significa.

Mas este tipo de episódio, mesmo que tenha sido para ver o retorno de Fred, serve para pensar.

Chega de dizer que o jogo tal não vale nada, que o torneio y não serve para coisa nenhuma.

O que vale é o seu clube.

Os 42 mil torcedores que saíram de casa para irem ao Mineirão não foram assistir ao Campeonato Mineiro.

Foram assistir ao Cruzeiro. Foram ver Fred.

Quando times como Cruzeiro, Atlético, Flamengo, Corinthians, Internacional, Palmeiras, Grêmio… Quando estas marcas incríveis entram em campo, o estádio tem de estar lotado.

Porque sempre tem potencial para estar.

Como nem sempre funciona assim, é de se notar que o grande personagem da primeira rodada dos estaduais, a grande estrela, foi o público do Mineirão.

Tags : cruzeiro


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>